Quase todo o seu corpo é coberto por borracha de última geração (designada e-Rubber), que busca reduzir os danos em caso de acidente. O Flesby II foi apresentado no Salão de Tóquio.

carro de borracha

Pensar o futuro é uma das tarefas sempre presente na ação das marcas e dos fornecedores de componentes, o que por vezes resulta em ideias bastante estranhas. Uma delas, que certamente concorre ao título de carro mais estranho do Salão de Tóquio, é o Flesby II da Toyoda Gosei, uma capsula pessoal de transporte que parece saída de um filme de desenhos animados – o carro de borracha. Recorrendo a novos matérias e aos LEDS, a ideia passa por mostrar soluções para a mobilidade com vista a 2030.

Um carro conceito equipado com airbags externos para proteger contra colisões menores impressionou os visitantes do Salão de Tóquio.

“Colocamos airbags, que são empregados principalmente no interior do carro, no exterior, como sua capota ou para-choques, para proteger todo o corpo”, disse Takashi Ishikawa, diretor da Toyoda Gosei.

A fabricante de peças automotivas de borracha e plástico Toyoda Gosei surgiu com a ideia do carro conceito em 2013.

A empresa disse em seu site que a borracha é capaz de se mover com energia elétrica e mudar a forma do carro.

As luzes LED projetadas na borracha também permitem que o motorista se comunique com pedestres e outros veículos, disse a empresa.

A bordo encontramos uma cápsula individual também forrada com materiais suaves e onde a iluminação LED tem igualmente o papel de facilitar a comunicação entre o passageiro e o próprio carro.

“Em caso de contato com um pedestre, o corpo macio tem uma função de segurança para absorver o impacto”, afirmou a empresa.

carro de borracha
Fontes:
Turbo (http://www.turbo.pt)
G1 (http://www.g1.com.br)
Clarín (http//www.clarin.com)